Segunda, 22 Março 2021

Abu

Sexo: Macho | Raça: SRD | Idade: Juvenil | Porte: Aparenta porte grande

Características:O Abu foi recolhido pelo socorro animal por suspeita de atropelamento. Não se mexia e evidenciava muita dor. Fez rx ao tórax que revelou um pneumotórax. Foi estabilizado e ficou em descanso medicado com antibiótico e analgésico opióide.Fez ainda rx á bacia e aos membros anteriores que revelou fraturas do úmero, rádio e cúbito no membro anterior direito. Foi intervencionado cirurgicamente, com a colocação de um fixador externo. Apelamos, mais uma vez, a uma família que se disponha a ajudar o Abu a recuperar e a voltar a ser um cachorro cheio de energia.


30 de Março 2020: O Abu foi reavaliado e , antes de mais, deverá fazer uma boa ração, só isto pode ajudar em muito a recuperação dele. Tem os ossos muito frágeis, o queé muito comum em cães de porte grande que têm carências nutricionais. Em relação à pata "boa" houve uma ruptura de ligamentos e a articulação ficou laxa. Até terminar o crescimento não há nada a fazer, a não ser comer bem e aguardar. Mais tarde poderá vir a ser necessário fazer uma intervenção na articulação. Na pata intervencionada, os ossos calcificaram tortos (úmero, rádio, cúbito). Foram retirados todos os fixadores e cavilhas e colocada uma tala para tentar reorientar melhor. O Abur terá de fazer fisioterapia consistente para voltar a usar aquela pata. Fica em aberta a hipótese de, quando for maior, precisar de fazer uma osteotomia correctiva. Teve muito azar este pequeno, mas agora temos esperança que tudo vai mudar. Continuamos a precisar do vosso apoio financeiro para pagar as despesas de internamento do Abu, estamos a chegar ao nosso limite. Precisamos, ainda, de ração júnior para cães de raça grande de boa qualidade para o nosso mini gigante crescer forte e reguila!

2 de Abril 2021: O nosso Abu já pousa a patinha e até brinca! Vale a pena todos os esforços financeiros que fazemos em prol dos nossos pequenos! Obrigada a quem já ajudou nas despesas e à FAT que o acolhe provisoriamente. Agora: vamos à fisioterapia!

11 de Abril 2021: O Abu vai recuperando no aconchego da FAT enquanto aguarda pela sua família definitiva! Se fores esta família não hesites em contactar a ABRA. Novas fotos.

5 de Maio 2021: A fisioterapia do Abu na pata que foi intervencionada não estava a ter os resultados pretendidos. Os ossos calcificaram tortos, ele tinha dor em ambas as articulações e os músculos atrofiaram. Como se trata de um cachorrinho, não podíamos ficar de braços cruzados. Não é justo passar por tanto tão precocemente. Levamos o Abu a uma clínica no Porto que desenvolve um trabalho super especializado nesta área da reabilitação e controlo de dor. A Dra. que o atendeu diz que a recuperação é viável e com umas sessões de hidroterapia vai lá. Manca também da pata inferior direita, iria também ajudar nisso. Durante a viagem, com uma voluntária da ABRA, portou-se bem especialmente quando estavam a voltar a casa. É um amor grande, só quer atenção. O Abu parece que sente e nos agradece todas as maluqueiras que fazemos por ele. Mas não há bela sem senão. Estes tratamentos exigem um esforço extra financeiro. Para além do pagamento à clínica, são as viagens. Já para não falar do esforço extra dos voluntários, esse é incontabilizável.

 

Caso deseje ajudar nas despesas veterinárias do Abu, o donativo pode ser feito por transferência para a conta da ABRA, NIB:0033 0000 45291630620 05 do Banco Millenium.


Quer salvar esta vida? Prima aqui e contacte-nos!


NOTA IMPORTANTE: A entrada dos animais no site da ABRA não coincide com a sua entrada no CRO (Centro de Recolha Oficial) cuja gestão é da responsabilidade da AGERE E.M.. As idades, quando não são precisas (animais entregues sem documentos ou recolhidos da via pública) são meras estimativas acerca do estado do animal (por exemplo: dentes e pêlo). Ver aqui as convenções acolhidas pela ABRA sobre a raça, porte e idade.

Abu
Ler 625 vezes Modificado em Quarta, 05 Maio 2021
Mais nesta categoria: « Ringo

mini foto

A Abra é uma associação sem fins lucrativos formada em Braga, em Março de 2005. A sua preocupação são os animais da nossa cidade que conheceram o lado errado da vida.